Judiciária deteve quatro

Ir em baixo

Judiciária deteve quatro

Mensagem  goncalo em Qui Fev 05, 2009 4:12 am

Apreendidas mais de duas mil doses de heroína, cinco automóveis e duas armas de fogo em situação ilegal

Numa operação desencadeada ao final da tarde de anteontem, a Polícia Judiciária (PJ) de Coimbra deteve quatro indivíduos suspeitos de tráfico de droga. Dois são residentes em Lisboa e os outros dois vivem em Coimbra. Os primeiros seriam, alegadamente, os fornecedores dos segundos que, por seu turno, garantiam a distribuição na zona de Coimbra.
A PJ terá “interceptado” uma operação de fornecimento, uma vez que um dos suspeitos, de Lisboa, ter-se-á deslocado a Coimbra, trazendo consigo um “reforço” de estupefacientes. A transacção, “abortada” por aquela polícia de investigação criminal, acabaria por, segundo apurámos, desencadear uma perseguição a dois dos suspeitos, que não acataram a ordem de paragem, pondo-se em fuga, rumo à zona de Condeixa. Uma situação que terá motivado alguns disparos de intimidação e que terminou com a detenção dos dois indivíduos, um de Lisboa e outro de Coimbra. Os outros dois suspeitos foram detidos nas respectivas residências.
Os detidos residentes em Lisboa têm, segundo apuramos, 19 e 23 anos e, apesar de estarem radicados na capital, têm algumas ligações familiares a Coimbra. Os “receptores” da droga têm 26 e 32 anos.
Ainda relativamente aos suspeitos, dois «já têm antecedentes criminais por tentativa de homicídio e tráfico de estupefacientes», refere a PJ, através de um comunicado emitido ontem, acrescentando que já tinham sido julgados pelos crimes em causa e cumprido pena, encontrando-se actualmente «em liberdade condicional».
Para além da detenção dos quatro suspeitos, a PJ apreendeu, «na sequência de diversas diligências de prova levadas a cabo», cerca de 2.100 doses de heroína, 30 doses de haxixe e ainda duas balanças de precisão. Parte da droga, «sensivelmente metade», faria parte da “nova remessa” proveniente de Lisboa, enquanto a outra constituía o “stock” que os dois distribuidores tinham, ainda, em casa.
Foram ainda apreendidas duas armas de fogo, de 3.65mm (pistolas de defesa pessoal), que não tinham documentos. Uma das armas estava em poder de um dos alegados traficantes de Lisboa, e a segunda também foi apreendida na capital, na casa do outro suspeito.
O “rol” de apreensões da PJ inclui, ainda, 2.680 euros em dinheiro, bem como cinco viaturas, pertencentes aos suspeitos (um tinha duas). Em causa estão viaturas de gama média, à excepção de uma considerada média/alta.
A operação de quinta-feira, cujas investigações começaram há vários meses, insere-se, sublinha a PJ, numa estratégia de combate ao tráfico de estupefacientes dentro da cidade e arredores.
Os quatro detidos foram ontem à tarde presentes a tribunal, para primeiro interrogatório judicial e aplicação das medidas de coação consideradas convenientes.


Fonte: Diário de Coimbra

goncalo
Admin

Mensagens : 51
Data de inscrição : 27/11/2008
Idade : 27
Localização : lisboa

Ver perfil do usuário http://crimesportugal.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum